Conheça os personagens retratados pelo jornalista Léo Borba, na crônica Sete Letras.

"Sete Letras"

Por: Léo Borba, jornalista.

De caneta Bic em punho, travo a batalha com as palavras cruzadas. No bolso, o Smartphone apita; avisa... e o ônibus segue.

“Base da Sociedade. Seis Letras”; na vertical.

-Eu não quero ir... prá “escoia”! – Diz o garotinho do banco do outro lado do corredor. Interrompo o raciocínio e observo garoto que queria ficar em casa. Uns dois ou três anos, avalio.

- Não... quero...ir!!! – repete; uma voz sonolenta, sentida; quase um sussurro. Tem a cabeça coberta por uma touca em forma de gato. Onze graus informa o termômetro da rua que passa pela janela.

- Mas hoje é dia de brincar de bichinho!!! – diz a mãe, tentando animá-lo, sem muito resultado. A porta do ônibus se abre e outra mulher, com o filho no colo, se junta aos passageiros. Um rapaz lhe cede o lugar. Ela acomoda a mochila entre os pés e a criança no colo, a dormir.

- Eu... queria ficar...com meu pai!!! Choraminga o garoto da toquinha, aumentando o volume da voz.

- Não dá meu bem! – Atalha a mulher. – Teu pai vai trabalhar daqui a pouco; a mamãe também... E você vai parar com essa manha até chegar na creche! O garoto se cala. No outro banco, a criança continua dormindo.

O ônibus chega ao terminal; as palavras cruzadas que esperam pela resposta. Por mim, passa o garoto com a touca de gato, no colo da mãe. Vai em silêncio, com os olhos úmidos, para a creche. Hoje é dia de brincar de bichinho.

Base da sociedade; sete letras... na vertical: Família.

Fecho a revista e guardo, junto com a caneta Bic.

Por sobre a cobertura do terminal, nuvens vermelhas dos primeiros momentos do inverno.

© 2017 La Voga Compass

Os colunistas, jornalistas e blogueiros que são colaboradores e parceiros do Lavoga Compass, são os reponsáveis pelo conteúdo das suas publicações neste Portal