top of page

Fenômeno La Niña provoca queda brusca na temperatura e traz clima europeu para Santa Catarina

Inverno rigoroso no Sul do Brasil. Em Santa Catarina, o estado mais frio do país, 69 cidades registraram temperaturas abaixo de zero.


Foto: reprodução internet


Por Juliana Steuernagel/ Reino Unido


As condições climáticas subtropicais da região mais fria do Brasil proporcionam um cenário Europeu todos os anos em várias cidades de Santa Catarina.


São Joaquim, Lages, Urubici e Bom Jardim da Serra, localizadas na serra catarinense, são as cidades com os maiores registros de temperaturas negativas esse ano. Já Urupema, também na serra catarinense, é a cidade mais fria do Brasil. Os termômetros registraram -8,2 C durante essa semana.


O trimestre também deve registrar episódios com chuva forte em curto intervalo de tempo e ondas de frio, além da estiagem. Por isso, os meteorologistas recomendam o acompanhamento diário da previsão do tempo, especialmente dos avisos meteorológicos publicados no site da Epagri/Ciram e redes sociais.


Há também expectativa de enfraquecimento do fenômeno La Niña nos próximos três meses, com tendência de neutralidade.


Para quem gosta de viajar, todo cuidado é pouco principalmente na serra catarinense por conta de pistas escorregadias e fortes neblinas que causam baixa visibilidade aos motoristas aumentando o risco de possíveis acidentes.


Foto: reprodução internet


Comments


bottom of page