A beleza e história do Anfiteatro Flaviano, bem no centro de Roma, na Itália



Coliseu (em italiano: Colosseo), também conhecido como Anfiteatro Flaviano ( em italiano Anfiteatro Flavio), é um anfiteatro oval localizado no centro da cidade de Roma, capital da Itália.


Feito com concreto e areia, é o maior anfiteatro já construído e está situado a leste do Fórum Romano.

A construção começou sob o governo do imperador Vespasiano em 72 d.C. e foi concluída em 80, sob o regime do seu sucessor e herdeiro, Tito. Outras modificações foram feitas durante o reinado de Domiciano (81-96).


Estes três imperadores são conhecidos como a dinastia flaviana e o anfiteatro foi nomeado em latim desta maneira por sua associação com o nome da família (Flavius).

O Coliseu poderia abrigar, estima-se, entre 50 mil e 80 mil espectadores, com uma audiência média de cerca


de 65 mil pessoas.


O edifício era usado para combates de gladiadores e espetáculos públicos, tais como simulações de batalhas marítimas (em um curto período de tempo como o hipogeu era inundado através de mecanismos de apoio), caças de animais selvagens, execuções, encenações de batalhas famosas e dramas baseados na mitologia clássica.


O prédio deixou de ser usado para entretenimento na era medieval. Mais tarde foi reutilizado para vários fins, tais como habitação, oficinas, sede uma ordem religiosa, uma fortaleza, uma pedreira e um santuário cristão. Em 2007, o monumento foi eleito informalmente como uma das sete maravilhas do mundo moderno.


Foto: Blogueira Valéria Totti


Obs: A reportagem foi feita fora do período da pandemia do Coronavírus

© 2017 La Voga Compass

Os colunistas, jornalistas e blogueiros que são colaboradores e parceiros do Lavoga Compass, são os reponsáveis pelo conteúdo das suas publicações neste Portal