Todos os vôos entre Brasil e França suspendidos pelo governo francês.

O país tenta controlar a nova onda do Coronavírus que já matou quase 100 mil pessoas.




Juliana Steuernagel/Reino Unido


No mês passado, o ministro francês da saúde, Olivier Veran disse que 6% dos casos da covid 19 na França eram resultados de variantes vindas do Brasil e da África do Sul.


Os especialistas franceses afirmam que a variante brasileira P1, é particularmente a mais perigosa e responsável pelo aumento significante do número de mortes por covid 19 no país.



“Nós temos observado que a situação está piorando e por isso nós decidimos suspender todos os vôos entre Brasil e França, por enquanto, por tempo indeterminado”, disse Castex, primeiro ministro francês.



A decisão veio de encontro com milhares de apelos diários do público e das organizações de saúde francesas para suspender os vôos e conter a proliferação das variantes do Coronavírus no

país.



A França sofre dificuldades para

conter a nova onda do Coronavírus com superlotação de hospitais e progresso lento na campanha nacional de vacinação.