top of page

Sistemas de Saúde Britânico e Italiano são vítimas de ataques cibernético. Milhares de pacientes afetados

CEO da Synnovis, confirma ataque de ransomware em hospitais e departamentos de testes de patologia exames e transfusão de sangue em Londres e na Itália.




Por: Juliana Steuernagel/ UK


Mark Dollar, executivo-chefe da Synnovis, confirmou que um ataque de ransomware interrompeu todos os sistemas de TI do provedor de serviços de patologia, fazendo com que a atividade do paciente fosse cancelada ou redirecionada.


Synnovis é uma parceria de patologia entre Guy’s and St Thomas’ NHS Foundation Trust, King’s College Hospitals NHS Foundation Trust e SYNLAB, o maior fornecedor europeu de testes e diagnósticos médicos como exames de sangue para o diagnostico de diversas doenças.


A notícia do ataque surgiu em 3 de junho de 2024, quando o professor Ian Abbs, executivo-chefe da Guy's and St Thomas' NHS Foundation Trust, escreveu à equipe, alertando que um incidente crítico estava tendo “um grande impacto” na prestação de serviços, com resultados de teste de sangue e transfusões particularmente afetadas.


Em 4 de junho de 2024, a Dollar emitiu um comunicado confirmando que um ataque de ransomware no dia anterior “afetou todos os sistemas de TI da Synnovis, resultando em interrupções em muitos de nossos serviços de patologia”.



O impacto imediato está nos pacientes que utilizam os serviços do NHS no NHS FT de Guy's e St Thomas, e nos hospitais King's College NHS FT, bem como nos serviços de GP nos bairros de Bexley, Greenwich, Lewisham, Bromley, Southwark e Lambeth, disse o comunicado.


Dollar acrescentou que o evento afetou o atendimento ao paciente com “algumas atividades já canceladas ou redirecionadas para outros prestadores, pois o trabalho urgente é priorizado”.


“Ainda é cedo e estamos tentando entender exatamente o que aconteceu. Um grupo de trabalho de especialistas em TI da Synnovis e do NHS está trabalhando para avaliar completamente o impacto que isto teve e para tomar as medidas adequadas necessárias.


“Levamos a segurança cibernética muito a sério na Synnovis e investimos pesadamente para garantir que nossos arranjos de TI sejam tão seguros quanto possível.


“Este é um duro lembrete de que este tipo de ataque pode acontecer a qualquer pessoa a qualquer momento e que, de forma desanimadora, os indivíduos por trás dele não têm escrúpulos sobre quem suas ações podem afetar”, acrescentou Dollar.


A Digital Health News entende que o NHS FT de Guy e St Thomas emitiu um novo anúncio à equipe em 4 de junho de 2024, declarando uma resposta de nível três ao ataque cibernético.


O anúncio acrescentava que apenas 10% dos serviços afetados funcionavam normalmente e previa-se que demoraria “algumas semanas” para a retomada total dos serviços.


Um porta-voz do NHS England, região de Londres disse em um comunicado que o ataque cibernético estava “tendo um impacto significativo na prestação de serviços em Guy’s e St Thomas’, King’s College Hospital NHS Foundation Trusts e serviços de cuidados primários no sudeste de Londres”.

Acrescentaram que o atendimento de emergência ainda está disponível e os pacientes devem continuar a comparecer às consultas, a menos que sejam informados do contrário.


“Estamos trabalhando urgentemente para compreender totalmente o impacto do incidente com o apoio do Centro Nacional de Segurança Cibernética do governo e de nossa equipe de operações cibernéticas”, afirmaram.


Acredita-se que a SYNLAB Itália também tenha sido afetada por um ataque cibernético, com a SC Media relatando em abril de 2024 que laboratórios, centros médicos e pontos de amostragem foram interrompidos. CEO da ynnovis confirma ataque de ransomware em hospitais de Londres.

Comments


bottom of page