top of page

Implantação do Polo Cinematográfico do Paraná, um projeto que pode gerar mais de 10 mil empregos.

Comissão do segmento do audiovisual de Maringá busca apoio ao líder do governo, deputado federal, Ricardo Barros, para viabilizar recursos para a construção do Pólo de Cinema do Paraná.




Na última sexta-feira, dia 29/10/2021, representantes do segmento audiovisual maringaense, reuniram-se com o líder do governo federal na Câmara, deputado Federal Ricardo Barros.

Os diretores do Polo Cinematográfico e da Procinema – Associação de Profissionais Cinematográficos de Maringá solicitaram a atuação do parlamentar no processo de obtenção dos recursos para viabilizar a construção dos estúdios do Polo.

Enfatizaram que a criação da indústria cinematográfica na cidade proporcionaria em curto espaço de tempo a criação de 10.000 postos de trabalho, além de aquecimento na economia, causando um impacto positivo no município e em toda a região. A indústria audiovisual no Brasil está entre as 5 maiores indústria em termos de geração de renda e adição de valores agregados ao PIB nacional.

O Paraná tem tradição em produção de cinema autoral, entretanto, não tem cinema industrial, segundo anuários da ANCINE, agência Nacional do Cinema, que regula o setor, na última década, foi responsável apenas por 1,5% da produção nacional, ocupando a 17ª posição entre todos os estados brasileiros, enquanto que, é um dos estados que mais consome cinema, os ingressos vendidos no Estado o colocam num honroso 4º lugar, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Parte do sucesso de consumo se deve a quantidade de salas de exibição, que tem em Maringá seu grande expoente. Sediadas em Maringá estão duas das principais redes exibidoras do país, a Cinesystem (3ª) e Cineflix (9ª), juntas tem aproximadamente 300 salas de exibição espalhadas pelo país.

O deputado disse que tem plena compreensão da importância do Polo Cinematográfico para Maringá, elogiou o projeto e a iniciativa dos produtores, e comprometeu-se a envidar esforços para carrear as verbas necessárias para sua implementação o mais breve possível.

Na oportunidade da visita, os representantes das entidades entregaram ao deputado Ricardo Barros, um “press kit do Polo”, composto de camiseta, caneca e baldinho de pipoca, e que estará disponível para comercialização em breve, nos melhores cinemas.

Representaram as entidades os produtores Maurício Borges, Vagner Valério, Orlando Chavatta e Jose Padilha.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Projeto Polo Cinematográfico do Paraná

Σχόλια


bottom of page