top of page

Grupo de aposentados do exército Colombiano é suspeito do assassinato do Presidente do Haiti

Membros aposentados do exército Colombiano são os principais suspeitos do assassinato planejado do Presidente do Haiti, Jovenel Moise.


Por Juliana Steuernagel- Inglaterra


O ministro da Defesa da Colômbia, Diego Molano, disse em recente entrevista, que recebeu um comunicado oficial da Interpol na quinta-feira, para apurar o mais rápido possível provas e informações sobre o assassinato do presidente do Haiti, Jovenel Moise, 53, que ocorreu essa semana.


O presidente foi morto dentro de casa na presença da mulher que sofreu ferimentos graves. Informações iniciais sugerem que os responsáveis pelo homicídio são membros veteranos do exército Colombiano segundo informações da Interpol.



Foto reprodução: Ministro Diego Molano falando através da conta dele no Twitter, sobre a suspeita da participação de colombianos, na morte do presidente do Haiti, Jovenel Moise


bottom of page