top of page

Ex chefe de segurança cibernética demitido do Twitter expõe falta de segurança da Plataforma ao FBI

Lavoga Exclusivo: Twitter: Peiter “ Mudge” Zatko ex chefe de segurança cibernética demitido do Twitter abre o jogo publicamente sobre a falta de segurança cibernética da plataforma e suas vulnerabilidades.



Foto reprodução: Peiter “ Mudge” Zatko, ex chefe de segurança cibernética, demitido pelo Twitter


Por: Juliana Steuernagel/UK O denunciante, demitido pelo Twitter em janeiro por "mau desempenho", fez as alegações em divulgações ao Congresso dos EUA e a investigadores do FBI.


Zatko disse ainda que o Twitter tem grandes problemas de segurança que representam uma ameaça às informações pessoais de seus próprios usuários, aos acionistas da empresa, à segurança nacional e à democracia, depois de declarações explosivas sobre violações e fraudes da empresa.


Zatko foi demitido pelo Twitter.De acordo com Zatko, sua denúncia pública vem depois que ele tentou sinalizar os lapsos de segurança para o conselho do Twitter e ajudar o Twitter a corrigir anos de deficiências técnicas e alegada não conformidade com um acordo de privacidade anterior com a Comissão Federal de Comércio.


Zatko está sendo representado pelo Whistleblower Aid, o mesmo grupo que representou o denunciante do Facebook Frances Haugen.


Em um comunicado, um porta-voz do Twitter disse à imprensa que segurança e privacidade são prioridades de longa data para a empresa.


O Twitter também disse que a empresa fornece ferramentas claras para os usuários controlarem a privacidade, o direcionamento de anúncios e o compartilhamento de dados, e acrescentou que criou fluxos de trabalho internos para garantir que os usuários saibam que quando cancelarem suas contas, o Twitter desativará as contas e iniciará um processo de exclusão. O Twitter se recusou a dizer se normalmente completa o processo.


"O Sr. Zatko foi demitido de seu cargo executivo sênior no Twitter em janeiro de 2022 por liderança ineficaz e baixo desempenho", disse o porta-voz do Twitter. "O que vimos até agora é uma falsa narrativa sobre o Twitter e nossas práticas de privacidade e segurança de dados que está repleta de inconsistências e imprecisões e carece de contexto importante. As alegações e o timing oportunista do Sr. Zatko parecem ter sido projetados para capturar a atenção e infligir danos no Twitter, seus clientes e seus acionistas. Segurança e privacidade têm sido prioridades em toda a empresa no Twitter e continuarão a ser." #apple#brasileirosnoexterior#brasileirosnoreinounido#brasileirosemlondres#brasileirosemportugal#brasileirosnaalemanha

Comments


bottom of page