top of page

Aumento de casos do coronavírus faz China adotar novo lockdown



COVID 19: China impõe novo lockdown depois que autoridades da saúde registram novo recorde de casos positivos desde o início da pandemia: 31.144 casos diários.


Por: Juliana Steuernagel/UK


A China impôs uma nova série de lockdowns inclusive em uma cidade onde trabalhadores da maior fábrica de iPhone do mundo entraram em confronto com a polícia esta semana, enquanto um recorde diário de casos de coronavírus testa seu compromisso de seguir o resto do mundo para aliviar as restrições pandêmicas.


A comissão nacional de saúde relatou 31.444 novos casos de Covid transmitidos localmente na quarta-feira, o maior número diário desde que o coronavírus foi detectado pela primeira vez na cidade de Wuhan, no centro da China, no final de 2019.


O governo respondeu intensificando as restrições da Covid em cidades, incluindo Pequim, Xangai e Guangzhou, e ordenando testes em massa e lockdown.


O governo da cidade de Changchun, no nordeste da China, na província de Jilin, alertou seus moradores a interromper movimentos não essenciais e evitar ir a locais públicos, restaurantes e reuniões públicas.


Xangai reforçou as restrições para chegadas à cidade.

Um aviso na conta oficial do WeChat da cidade disse que as pessoas que viajam para a cidade a partir de quinta-feira serão testadas para Covid e proibidas de ir a restaurantes e shopping centers, entre outros locais públicos, por cinco dias após a chegada.


Pequim impôs novos requisitos de teste para viajantes e residentes que chegam.


Exige um resultado negativo do teste de PCR em 48 horas para aqueles que desejam entrar em locais públicos, como shoppings, hotéis e prédios governamentais.


Escolas em toda a cidade mudaram para aulas online.





Comentarios


bottom of page