Bastidores de um dos maiores depósitos de lixo eletrônico do mundo se torna tema de documentário eur


No Museu de História Natural de Viena, na Àustria, foi exibido o documentário "Welcome to Sodom", que leva os espectadores a conhecerem os bastidores do maior depósito de lixo da Europa no meio da África.

O foco do filme não é o mecanismo do comércio ilegal de lixo eletrônico, mas nas condições de vida e destino das pessoas que estão na base da cadeia de valor do mundo. O lixão de Agbogbloshie ( África) provavelmente será o destino final dos tablets, smartphones e computadores europeus se não forem descartados corretamente!

Neste lixão, moram mais de 6.000 pessoas e cada ano chega 250.000 toneladas de lixo. A maioria chega ilegal em návios que descarregam o lixo sem nenhuma permissão. "O lixo é queimado para serem retirados os metais que são todos reaproveitados. Com o processo totalmente artesanal, grande quantidade de gases tóxicos são liberados e a forma que isso acontece é desesperadora e torna este local na África um dos lugares mais tóxico do mundo.

"Welcome to Sodom" de Florian Waingensamer e Christian Krömes, reúne ainda relatos de vida emocionantes de pessoas que vivem no local

A Verein Papagaio, organizadora do @Brasilianisches Kulturfestival em Viena participou desta tarde aberta para convidados onde os diretores do documentário e também o diretor do Museu estiveram presentes. A diretora da Papagaio, Vanessa Noronha Tölle disse que se emocionou com os relatos de vida das pessoas que vivem no lixão de Agbogbloshie fica em Accr, região africana de Ghana.

A pedagóga Vanessa Tölle, acrescentou a importância da discussão deste tema e se diz impactada com o conteúdo apresentado pelo documentário "Welcome to Sodom". A diretora da Sociedade austro-brasileira Papagaio afirmou que incluí na programação do Festival Cultural do Brasil em Viena, podium de discussão sobre a Reciclagem e projetos bem sucedidos nesta área no Brasil e citou o exemplo da Cooperativa Popular Amigos do Meio Ambiente do Rio de Janeiro (Coopama) - que neste mês de fevereiro inaugurou um belíssimo espaço artístico cultural na capital carioca.

"Nos dias 27, 28 e 29 de setembro estará acontecendo a VII edição do Festival e no pódio de discussão estarão sendo abordados assuntos de grande relevância sobre o destino do lixo eletrônico no Brasil e o que vem sendo desenvolvido nas cooperativas de catadores de resíduos entre outros assuntos" já adiantou a diretora e idealizadora do Festival Cultural do Brasil em Viena, Vanessa Noronha Tölle.

O Festival vai ser realizado no Weltmuseum Wien (Museu do Mundo de Viena) com entrada franca.

Por Assessoria de Imprensa do Festival Cultural do Brasil em Viena.

Fotos: Verein Papagaio/Vanessa Noronha Tölle

© 2017 La Voga Compass

Os colunistas, jornalistas e blogueiros que são colaboradores e parceiros do Lavoga Compass, são os reponsáveis pelo conteúdo das suas publicações neste Portal