Teclados da Emoção

Foram centenas de registros do I Pianíssimo de Joinville – Todos os Pianos do Mundo.

Ao criador a difícil tarefa de escolher algumas fotos para esta coluna para expressar o que foi este momento. Decidi fazer uma seleção das tantas fotos as que mais gostei. Cheguei ao número de 144 fotografias. Ainda um número considerável.

Ao olhar atentamente para estas fotos decidi expressar em palavras o que elas significavam para mim. O número reduziu 46 palavras que se aproximam das tantas palavras de cada imagem. Vamos a elas.

O espetáculo começa com o afinador de pianos. Anônimo ele sobe ao palco e afina o instrumento com sua mãos e ouvidos treinados. Seu trabalho final é dar brilho ao piano.

Ao fundo os apoiadores deste espetáculo. Os patrocinadores não podem ser esquecido. O teclado brilha solitário na luz em volta a escuridão.

O piano aguarda silencioso seu momento de emocionar a todos.

O público entra e se informa. O cerimonial homenageia os apoiadores e organizadores.

O espetáculo já vai começar.

Os reis do teclado sobem ao palco. A beleza, o movimento, o sorriso, a concentração, a equipe estão presentes.

Antes de começar a tocar suas obras musicais, alguns pianistas dão explicações aos presentes, de forma compreensiva, sobre as obras musicais que apresentarão.

O público aplaude de pé, como forma de agradecer, todo o esforço, toda a alegria, toda a alma entregue. É o reconhecimento mais compensador ao artísta. Os espetáculos seguem com sua cor, com seu brilho e seu olhar.

Jovens pianistas e mestres consagrados derramam seu suor no palco. Fazem maravilhas com suas mãos e pés habilidosos. Fazem reverência ao final da suas apresentações. O piano e seus mestres estiveram em inúmeros locais de Joinville, Santa Catarina, durante quatro dias.

Seu sons foram democráticos em praças, bares, restaurantes, galerias e teatros. Meus registros se concentraram no Teatro Juarez Machado, na Galeria 33 de Artes e na Escola de Balé Teatro Bolshoi do Brasil.

Foi a primeira vez que fiz registros deste tipo de espetáculo cultural. Um aprendizado enriquecedor e construtivo. O espetáculo da vida segue seu destino e nós também a registrar sempre que a oportunidade aparecer. Obrigado!

© 2017 La Voga Compass

Os colunistas, jornalistas e blogueiros que são colaboradores e parceiros do Lavoga Compass, são os reponsáveis pelo conteúdo das suas publicações neste Portal